Centro de Estudos Sociais
sala de imprensa do CES
RSS Canal CES
twitter CES
facebook CES
youtube CES
20-09-2022        

The rise of populism in Europe is characterized by an intense recourse to emotions. Although this is recognized as a self-evident fact, political leaders in the media too often – and banally – identify it as a mere disqualified way of doing politics. However, the resistance and proliferation of populist phenomena in different countries urges to go deeper in analyzing the roots of this entanglement. The scholarship is increasingly dealing with the complexity that relates populism and emotions and progressively attempts to disentangle this relationship from moral judgements in order to be able to proper assess the political relevance and effectiveness of emotions in politics even when associated with extremist ideas. In order to contribute to this effort, the roundtable engages with a theoretical framework that relates emotions elicited by populist parties and politicians in relation to the sociopolitical processes of identification substantiated with the discursive creation of political, social and cultural opponents. Through the analysis of case studies, the round table will relate with a number of challenges and evidences emerging in Germany, Portugal and Italy.


O crescimento do populismo na Europa é caracterizado por um intenso recurso às emoções. Embora tal seja reconhecido como sendo evidente, os líderes políticos nos meios de comunicação frequente – e banalmente – identificam-no como uma mera modalidade desqualificada de fazer política. No entanto, a resistência e a proliferação de fenómenos populistas em diferentes países tornam imperativa uma análise aprofundada das suas raízes. A investigação lida com a crescente complexidade que relaciona o populismo às emoções e progressivamente tenta destrinçar esta relação de juízos morais, a fim de aferir adequadamente a relevância política e a eficácia das emoções na política, mesmo quando associadas a ideias extremistas. De forma a contribuir para este esforço, a contextualização teórica desta mesa-redonda procura relacionar as emoções suscitadas por partidos e políticos populistas em relação aos processos sociopolíticos de identificação consubstanciados na criação discursiva de opositores políticos, sociais e culturais. Através da análise de casos de estudo, esta mesa-redonda relacionar-se-á com uma série de desafios e evidências emergentes na Alemanha, Portugal e Itália

 
 
pessoas
Cristiano Gianolla
Júlia Garraio
Manuel João Cruz



 
ligações
Evento > Ciclo de Eventos UNPOP > O populismo e as emoções
Evento > Mesa-Redonda | UNPOP > The emotional dimension of the rise of the populist extreme right in Europe
Projeto > UNPOP
Núcleo de Estudos sobre Democracia, Cidadania e Direito
 
temas